Montanha Chinesa Tem mais de 20 mil Fósseis Marinhos

02-09-2012 20:35

 

Fóssil de réptil marinho pré-histórico conhecido como ictiossauro, que lembra remotamente um golfinhoFósseis de animais marinhos no topo duma montanha?! Como é que isso aconteceu? Não pode ter sido o Dilúvio uma vez que os evolucionistas nos dizem que é impossível tal Dilúvio ter acontecido. Não se sabe como é que os evolucionistas sabem disso, mas se eles dizem, então deve ser verdade.
 
 
Mais de 20 mil fósseis de répteis, mariscos e outras criaturas marinhas pré-históricas foram localizadas em uma montanha na China.
A parte do “pré-históricas” é mitologia. Os pesquisadores não olharam para os fósseis e viram datas a dizer “3234 P.H.” (PH = Pré-História)).
A descoberta, feita por uma equipe do Centro Geológico Chengdu, pode fornecer pistas de como as espécies são menos ou mais suscetíveis à extinção.
A vida quase foi aniquilada há 250 milhões de anos por uma erupção vulcânica na região da Sibéria, seguida de um aquecimento na temperatura em termos globais, e somente uma em cada dez espécies sobreviveu à explosão ocorrida no fim do período Permiano. Os fósseis encontrados representam um ecossistema completo resgatado depois dessa época.
 
Não há evidências para os mitológicos “250 milhões de anos” e nem se sabe que este “ecossistema completo”foi “resgatado” dessa época. Tudo aquilo que a ciência mostra é um conjunto de animais díspares que morreu num mesmo ponto geográfico.
 
A montanha fica em Luoping, a sudoeste da China, e praticamente teve metade de sua superfície escavada. A camada de calcário onde os fósseis foram encontrados é remanescente da época em que a região sul chinesa era ainda um território com clima tropical, cercada provavelmente de coníferas.
 
Antes do Dilúvio de Noé.
Os fósseis são excepcionalmente bem preservados, e mais da metade está intacta.
O que suporta a ideia de que são recentes. É ridículo alegar que estes fósseis “bem preservados” tem 250 milhões de anos.
Peles delicadas que sobreviveram à ação do tempo também podem indicar como a dieta e a locomoção desses animais eram feitas.
Um talatossauro é a maior criatura encontrada pelos cientistas, cujo comprimento é de até três metros. Além dele, também havia um ictiossauro, que lembra remotamente um golfinho.
 
Conclusão:
Mais uma evidência poderosa para o Julgamento de Deus sobre a Humanidade por forma do Dilúvio de Noé.
Façam estas perguntas a vocês mesmos:
 
Não está este achado em conformidade com o Dilúvio de Noé?
Será que isto não mostra que a água esteve sobre essa zona montanhosa? Isto não quer dizer que água chegou a essa altura, mas sim que aquele topo de montanha esteve um dia debaixo da água.
Se de facto houve um Dilúvio universal, então o que dizer dos métodos de datação que dependem de não-existência de um Dilúvio global?
Que tipo de evidências te fariam FINALMENTE aceitar que houve de facto um Dilúvio, tal como diz a Bíblia?
Até quando vais continuar a resistir à Palavra do teu Criador?
E esteve o dilúvio quarenta dias sobre a terra, e cresceram as águas, e levantaram a arca, e ela se elevou sobre a terra.
E prevaleceram as águas, e cresceram grandemente sobre a terra; e a arca andava sobre as águas.
 
E as águas prevaleceram excessivamente sobre a terra; e todos os altos montes que havia debaixo de todo o céu, foram cobertos.
 
Quinze côvados acima prevaleceram as águas; e os montes foram cobertos.
 
E expirou toda a carne que se movia sobre a terra, tanto de ave como de gado e de feras, e de todo o réptil que se roja sobre a terra, e todo o homem.
 
Tudo o que tinha fôlego de espírito de vida em seus narizes, tudo o que havia no seco, morreu.
 
Génesis 7:17-22
 
 
 
Voltar

Procurar no site

"Levantai ao alto vossos olhos e vede. Quem criou estas coisas? Aquele que faz sair o seu exército de estrelas, todas bem contadas, as quais Ele chama pelo nome, e por ser Ele grande em força e poder, nem uma só vem a faltar." Is. 40: 26