O Segundo Grande Mandamento de Cristo

11-04-2011 23:48

 "Pensemos uns nos outros afim de ajudarmos todos a terem mais amor e a fazerem o bem'

HB 10:24
"Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim como Eu vos amei." Essas palavras não são de um homem, mas de nosso Redentor; e quão importante e que cumpramos as instruções que Ele nos deu! Não ha nada que enfraqueça mais a influencia da igreja do que a falta de amor. Cristo diz: "Eis que Eu vos envio como ovelhas para o meio de lobos; sede, portanto, prudentes como as serpentes e simples como as pombas." Se e para enfrentarmos oposição de nossos inimigos, que são representados pelos lobos, sejamos cuidadosos para não manifestar o mesmo espirito entre nos. O inimigo sabe muito bem que, se não nos amarmos uns aos outros, poderá atingir seus objetivos ferindo e enfraquecendo a igreja, por causar divergências entre os irmãos
 
Viver a Favor ou Contra
Como devemos ser cuidadosos, para que nossas palavras e ações estejam em harmonia com a sagrada verdade que Deus nos confiou! As pessoas do mundo estão nos observando para ver o que nossa fé esta fazendo por nosso caráter e vida. Eles estão atentos para ver se ha um efeito santificador em nosso coração, se estamos sendo transformados a semelhança de Cristo. Estão prontos para descobrir todos os defeitos de nossa vida, cada incoerência em nossas ações. Não demos motivos para criticarem nossa fé.
Não e a oposição do mundo que nos coloca em perigo; o mal acariciado em nosso meio torna-se nosso mais grave desastre. São as vidas não consagradas de professores não comprometidos que retardam o trabalho da verdade e trazem trevas sobre a igreja de Deus.  
  
Desenvolvendo o Fruto do Espirito
Deus coloca cada um de nos individualmente em posição tal que possa colocar Seu amor sobre nos. Ele pagou alto preço pelo homem, redimindo-nos pelo sacrifício de Seu Filho unigênito, de maneira que vejamos em nosso semelhante o valor do sangue de Cristo. Se tivermos esse amor uns pelos outros, cresceremos em amor por Deus e pela verdade... O amor e uma planta de origem celeste e, se tivermos que florescer em nosso coração, cumpre-nos cultiva-lo diariamente. Brandura, mansidão, sofrimento, longanimidade, paciência para com todos - esses são os frutos da preciosa arvore do amor.
Quando estiverem reunidos, sejam cuidadosos em suas palavras. Que sua conversação seja de tal natureza que não tenham motivos para arrependimentos... Se o amor pela verdade estiver em seu coração, caminharão na verdade. Falarão da bendita esperança que tem em Jesus. Se houver amor em seu coração, procurarão introduzir e firmar seu irmão na fé santíssima. Se soltarem alguma palavra que prejudique o caráter do seu amigo ou irmão, não incentivem a linguagem do mal. Esse e o trabalho do inimigo. Gentilmente relembre ao que fala que a Palavra de Deus proíbe tal conversação. Devemos esvaziar o coração de tudo o que corrompa o templo da alma, para que Cristo ali habite... E a unidade da igreja que a habilita a exercer consciente influencia sob descrentes e mundanos.
 
Viver por Cristo
A igreja de Cristo e considerada um templo sagrado. O apostolo diz: "Assim, já não sois estrangeiros e peregrines, mas concidadãos dos santos, e sois da família de Deus, edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, sendo Ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular." Todos os seguidores de Cristo são representados como pedras no templo de Deus. Cada pedra, grande ou pequena, deve ser pedra viva, emitindo luz e ocupando o local a ela determinado na construção de Deus. Como devemos estar agradecidos pelo fato de que um caminho foi aberto para que todos pudessem ter um lugar no templo espiritual! Ira você, meu irmão e minha irmã, pensar nessas coisas, estuda-las e falar sobre elas? A medida que as apreciarmos, nos tornaremos fortes no serviço de Deus... e cumpridores das palavras de Cristo.
O trabalho de construir um ao outro na mais santa fé e obra abençoada; mas o trabalho de demolição e cheio de amargura e tristeza. Cristo Se identifica com o sofrimento de Seus filhos;   ___ pois Ele diz: "Sempre que o fizestes a um destes Meus pequeninos irmãos, a Mim o fizestes." Se todos pudessem levar avante as instruções de Cristo, que amor e unidade existiriam entre Seus seguidores! Cada coração tem seus próprios pesares e desapontamentos, e deveríamos tornar mais leves os fardos uns dos outros, ao manifestarmos o amor infinito de Jesus as pessoas que se acham ao nosso redor.
Em vez de procurarmos faltas uns nos outros, sejamos críticos de nos mesmos. A pergunta de cada um de nos deveria ser: Esta meu coração diante de Deus? Esta o rumo de minhas ações glorificando o Pai que esta no Céu?
 
Vivendo o Amor
Cristo e o nosso exemplo. Ele sempre fez o bem. Ele viveu para abençoar os outros. O amor embelezava e enobrecia todas as Suas ações, e é-nos ordenado seguir Seus passos. Lembremo-nos de que Deus enviou Seu Filho unigênito a este mundo de tristeza para "remir-nos de toda iniquidade e purificar, para Si mesmo, um povo exclusivamente Seu, zeloso de boas obras". Procuremos obedecer aos preceitos de Deus e cumprir Sua lei. "O cumprimento da lei e o amor", e Aquele que morreu para que tivéssemos vida nos deu o mandamento de que devemos amar uns aos outros, assim como Ele nos amou; e o mundo saberá que somos Seus discípulos
Essa matéria foi extraída do artigo editado na The Advent Review and Sabbath Herald, hoje Adventist Review, de 5 de junho de 1888. Os adventistas do sétimo dia creem que Ellen G. White exerceu dom profético bíblico por mais de 70 anos de ministério publico.
 
ADVENTIST WORLD  Junho 2008
 
Voltar

Procurar no site

"Levantai ao alto vossos olhos e vede. Quem criou estas coisas? Aquele que faz sair o seu exército de estrelas, todas bem contadas, as quais Ele chama pelo nome, e por ser Ele grande em força e poder, nem uma só vem a faltar." Is. 40: 26